O Perfil do Conquistador de Almas.

Postado em

O Perfil do Conquistador de Almas

Introdução

Sem dúvida alguma se a Igreja tem deixado  a desejar quanto  a evan-

gelização dos perdidos é porque cada crente tem falhado no seu teste-

munho pessoal diário. Pouco adianta mensagens evangelísticas nos cul-

tos  aos domingos,  campanhas evangelísticas  uma vez por ano,  isso só não  evidencia  uma autêntica  paixão pelas almas,  apenas alivia  em parte a nossa consciência.

Com respeito a eveangelização do mundo devemos aprender  a singu-

larizar: Você deve  falar no singular;  pensar no singular; agir no sin-

gular.

I. A Filosofia do Conquistador de Almas

Os membros da Igreja gostam de  saber que a sua  igreja está trabalhan-

do. Eles  até estão  dispostos  a pagar por isso  contanto que algum outro

membro faça o trabalho.

É confortável dizer:  A Igreja,  a Secretaria  de Missões,  a Coordenadoria dos Adultos, o Departamento da Mocidade – eles farão a obra.

Mas o cristianismo é algo pessoal. Se o Espírito de Cristo habita em você,

você é o Seu corpo. Isto é , Ele habita em você porque  deseja trabalhar

através de você – Paulo afirmou  “Para mim o viver é Cristo”

É necessário entender profundamente o significado destas palavras:

Ele não disse:

Para mim o viver é ser semelhante a Cristo.

Para mim o viver é ter a ajuda de Cristo.

Para mim o viver é servir a Cristo.

Eu nunca tinha  entendido  a mensagem deste  versículo anteriormente,

que apresenta uma grande verdade espiritual –

Há em nós uma vida triunfante, e essa é a vida de Jesus Cristo, e que Ele

pode viver  através de  nós se nos  rendermos  incondicionalmente  ele-

gendo-o como Senhor de nossas vidas (Luc 19.10; I Tim 1.15).

Gálatas 2.19,20

“… Estou crucificado  com Cristo;  logo não sou eu mais  quem vive,  mas

Cristo vive em mim …”

Ilustração: carregando a tora  /  carregando o piano e a banqueta

A propagação do Evangelho na sua comunidade depende de você !

Ele precisa trabalhar através de seus lábios, do seu corpo. Se você não

for e testemunhar perdidos irão para o inferno.

VOCÊ É O CORPO DE CRISTO E ELE QUER VIVER ATRAVÉS DE VOCÊ !

II. A Estratégia do Conquistador de Almas

Atualmente muito tem se falado em campanhas, cruzadas evangelísti-

cas, mas o evangelismo pessoal ainda não foi redescoberto pela Igreja.

Há muita ênfase em convidar e trazer pessoas que não são da igreja pa-

ra a escola dominical, ou para assistirem o culto.

Mas pouco, ou quase nada é ensinado sobre como conquistar almas

FORA ONDE OS PECADORES ESTÃO.

Em suma as igrejas tem bons programas para atrair os pecadores para a

igreja, mas não como  fazer com que as pessoas aceitem a Cristo lá fora

onde eles estão.

Este sistema de convidar pecadores é muito bom somente para aqueles

que realmente aceitam o convite,  mas a grande  maioria dos  perdidos

nunca irão à igreja – mas irão a escola, ao trabalho, ao comércio, etc.

O livro de Atos registra que os crentes “testificavam de casa em casa”

Muitas vezes estamos enfatizando, sem perceber o edifício da igreja. Quan-

do o ensino do Novo Testamento é enfatizar a Cristo.

Ilustração: Orlando Boyer em seu livro ASSIM UMA IGREJA CONQUISTA AL-

MAS, dis: “O edifício da igreja é a área mais evangelizada do mundo. Ali

pregamos o evangelho como se todos os perdidos estivessem lá, o proble-

ma é que não estão lá – nunca estiveram lá – nunca estarão lá.  Eles estão

em toda a parte menos dentro da igreja, pelo menos a grande maioria.

Por isso é preciso sair, LÁ FORA ONDE OS PECADORES ESTÃO !

Evangelismo pessoal é o método mais eficiente de alcançar toda e cada

criatura com o Evangelho. Foi o método de Cristo, era a estratégia de Jesus.

Atos 2.47 afirma que na igreja primitiva pessoas eram salvas a cada dia. Transportando esta realidade para os nossos dias, pressupondo que algum

crente estivesse a cada dia levando um perdido a Cristo, teríamos no final

de cada ano 365 novas almas salvas.

Apenas pouquíssimas igrejas no mundo conseguem atingir este número míni-

mo a cada ano.

Como a Igreja Primitiva conseguiu isso ?

Certamente vários fatores contribuiram, mas sem dúvida, a estratégia ado-

tada na evangelização foi relevante para o resultado obtido – Atos 20.20

LÁ FORA ONDE OS PECADORES ESTÃO !

III. A Motivação do Conquistador de Almas.

A. Porque Jesus Cristo o era.

Lucas 19.10 e I Tim 1.15

O primeiro grupo que Ele chamou para segui-Lo recebeu este desafio:

“Vinde após mim e eu vos farei pescadores de almas”

O último grupo recebeu esta ordem: “ Ide por todo o mundo e pregai

o Evangelho a toda criatura”

VOCÊ É O CORPO DE CRISTO PERMITA QUE ELE GANHE ALMAS POR SEU

INTERMÉDIO !

B. Porque os Trabalhadores são tão poucos.

Mateus 9.36-38

C. Porque Jesus não deixou outro trabalho à Igreja se não o de pregar o

Evangelho.

Mateus 28; Mc 16;  Atos 1

A Igreja tem se distraído com outras atividades tentando aparentar vida

através do ativismo, mas uma igreja verdadeiramente viva é aquela que

está constantemente conduzindo pecadores a Cristo. É uma igreja que sai

das quatro paredes e vai LÁ FORA ONDE OS PECADORES ESTÃO !

Pregar o evangelho é a missão do crente por toda a vida. Neste serviço não

há férias, licença ou aposentadoria. Nada cobre quando o crente falha nes- ta missão.

Atualmente os cristãos são identificados mais como membros de igrejas do

que testemunhas de Cristo.

Se você não conquistar almas ninguém conquistará, se você falhar na sua

missão a Igreja falhará !!!

Pr. Jadir Siqueira